Meu estilo é clássico Barroco ou Rococó? | Wallace Albuquerque
contato
contato@wallacealbuquerque.com.br
+ 55 41 99904-0443
+ 55 41 3075-0574

Avenida do Batel, 1230 BBC
Sala 406
CEP 80420-090
Batel – Curitiba – Paraná

 

Siga

Meu estilo é clássico Barroco ou Rococó?

Hoje vou mostrar pra vocês um pouquinho da diferença entre os estilos Barroco e Rococó para a produção de identidade visual nos eventos.
Ambos os estilos são clássicos, porém existe uma diferença entre os eles onde os noivos muitas vezes não saberiam diferencia-los. Mas acalmem-se, eu vou descrever algumas dicas pra que vocês possam escolher o melhor estilo para o evento de vocês.
O estilo Barroco deu início na Itália entre o final do século XVI e meados do século XVIII e traz elementos do alto Renascimento e do Modernismo na história da arte. O estilo apresenta dinâmica nos movimentos com linhas curvas, cores contrastes mais fortes, exuberância, realismo e pode apresentar traços específicos em cada país.
No Brasil o estilo artístico Barroco foi dominante em todo o período colonial com elementos muito fortes em madeiras talhadas e tons dourados, pinturas realizadas em têmpera ou óleo sob madeira ou tela, adquirindo grandes proporções e modificando os espaços internos.
Seguem imagens do estilo Barroco: (fonte: Pinterest)

    

O estilo Rococó é de origem Francesa e seu início foi logo após a morte de Luiz XIV em 1715 e no Brasil as obras datam entre final do século XVIII e início do século XIX. Uma das maiores diferenciações entre o estilo Barroco e o estilo Rococó são as trocas das cores vibrantes encontradas no estilo Barroco pelas cores mais claras e de tons pasteis visivelmente encontradas no estilo Rococó. Suas linhas e formas se tornam mais delicadas e o uso de temas natureza com a utilização de imagens de pássaros, flores, plantas, rochas e cascatas de agua são predominantes neste estilo.
Seguem imagens do estilo Rococó: (fonte: Pinterest)

   

Ambos os estilos tem uma referência muito forte à Igreja Católica no Brasil, o que predomina as decorações em igrejas do período colonial.
Espero que esta dica tenha ajudado.
Até a próxima!